quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Bolsonaro e Ciro Gomes pontuam em nova pesquisa para a Presidência

Faltando ainda mais de dois anos para a eleição presidencial de 2018, nova pesquisa CNT/MDA divulga cenários com os nomes de Lula, Aécio, Marina, Ciro Gomes, Bolsonaro, Serra e Alckmin

A nova pesquisa CNT/MDA para a Presidência da República coloca o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) liderando as intenções de voto. O tucano fica à frente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aparece em segundo lugar na preferência do eleitorado. Em seguida, aparece a ex-senadora Marina Silva.
O deputado federal Jair Bolsonaro desponta em quarto colocado e o ex-ministro Ciro Gomes aparece em quinto.
Confira os números da pesquisa estimulada, aquela em que os nomes dos candidatos são apresentados pelo pesquisador:
Aécio Neves (PSDB) – 24,6%
Lula (PT) – 19,1%
Marina Silva (REDE) – 14,7%
Jair Bolsonaro (PP) – 6,1%
Ciro Gomes (PDT) – 5,8%
Os votos brancos e nulos somam 19,6% e os indecisos, 10,1%.
Em outro cenário, com a participação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o ex-presidente Lula leva vantagem ao registrar 19,7% da preferência do eleitorado. Em seguida aparece Marina Silva, com 18%, e o governador tucano figura com 13,8%.
Caso o candidato do PSDB fosse o senador José Serra, Lula também venceria o pleito com os mesmos 19,7%. Marina Silva aparece em segundo lugar, com 17,8%, e Serra em terceiro, com 14,5%.
Confira os números da pesquisa espontânea, aquela em que os entrevistados dizem em quem gostariam de votar sem que nenhum nome seja apresentado:
Aécio Neves (PSDB) – 10,7%
Lula (PT) – 8,3%
Marina Silva (REDE) – 3,9%
Jair Bolsonaro (PP) – 3,2%
Dilma Rousseff (PT) – 1,6%
José Serra (PSDB) – 1,3%

Avaliação do Governo Dilma

Ainda de acordo com a CNT/MDA, a avaliação positiva do governo Dilma Rousseff subiu quase três pontos percentuais e agora 11,4% dos brasileiros aprovam a administração da petista.
Outros 25,2% dos entrevistados julgam o governo Dilma “regular” e a maioria, 62,4%, consideram a gestão da petista “ruim” ou “péssima”.
Na última pesquisa, divulgada em outubro, 8,8% dos entrevistados aprovavam a gestão Dilma.

Desempenho pessoal

A pesquisa também analisou o desempenho pessoal de Dilma Rousseff. A aprovação da figura pessoal de Dilma subiu de 15,9%, em outubro, para 21,8% em fevereiro. Por outro lado, a desaprovação diminuiu de 80,7%, em outubro, para 73,9% neste mês. Entre os indecisos, eram 3,4% em outubro e agora são 4,3%, conforme a pesquisa.
A pesquisa da CNT, realizada pelo Instituto MDA, entrevistou 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 unidades da federação entre os dias 18 e 21 de fevereiro.
Confira aula de política por Ciro Gomes