terça-feira, 19 de abril de 2016

Após votação do golpe, deputados tiram semana de folga e vão para Miami


BRASÍLIA - Após a Câmara aprovar o impeachment da presidente Dilma Rousseff no domingo, 17, deputados aproveitaram o feriadão de Tiradentes na próxima quinta-feira, 21, e tiraram a semana de folga. Alguns parlamentares viajaram para o exterior logo na segunda-feira, 18, um dia após a votação.


Plenário da Câmara no dia em que deputados decidiram pelo prosseguimento do processo de impeachment de Dilma
Plenário da Câmara no dia em que deputados decidiram pelo prosseguimento do processo de impeachment de Dilma

O Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, falou com pelo menos dois deputados que votaram a favor do impeachment e viajaram para fora do País. Um deles é filiado ao PR e viajou já na manhã dessa segunda para Buenos Aires, na Argentina. O outro é do PP e viajou para Miami, nos Estados Unidos, onde a família já estava desde o último fim de semana.

Diferente de outras semanas, quando a terça-feira é um dos dias mais cheios, os corredores, Salão Verde e plenário da Câmara estão vazios desde a segunda-feira. Por volta das 15 horas desta terça, o sistema registrava a presença de apenas 60 parlamentares na Casa, ou seja, menos de 12% dos 513 deputados federais.

As votações na Câmara só devem ser retomadas na próxima terça-feira, 26. Até lá, o plenário terá apenas sessões de debates. A expectativa é de que a Casa comece na próxima semana o processo de instalação das comissões permanentes, que estão sem funcionar desde dezembro do ano passado.

Confira também, Eduardo Bolsonaro também é flagrado cuspindo em Jean Wyllys: