quarta-feira, 20 de abril de 2016

Jean Wyllys desmonta a farsa da família Bolsonaro


CUSPIDA: VOCÊ QUER SABER O QUE REALMENTE ACONTECEU?
(Leia o texto e não deixe de assistir ao vídeo abaixo!)

A internet é perigosa para os incautos. Muita gente está presumindo que o deputado Jean Wyllys "premeditou" a cuspida que deu na cara de Jair Bolsonaro, que na verdade foi uma reação indignada, já que o defensor da ditadura não parava de insultar e ofender o parlamentar do PSOL. O filho de Bolsonaro, Eduardo, publicou nas redes sociais um vídeo toscamente editado em que é possível perceber, por leitura labial, que Jean está dizendo para o deputado Chico Alencar: “Eu CUSPI na cara de Bolsonaro”. A fraude da edição consiste em colocar esta imagem, que é posterior ao episódio, antes da cuspida, e sugerir, colocando uma legenda mal feita, que a leitura correta seria “Eu VOU CUSPIR na cara de Bolsonaro” (por isso, o nosso mandato vai solicitar uma perícia do vídeo). Isso já seria o suficente para esclarecer a forma criminosa como essa família conduz suas atuações parlamentares, mas a hipocrisia, má-fé e desonestidade vão além: o filho de Bolsonaro tenta passar para seus eleitores a imagem de bom-moço e MENTE ao afirmar que, durante aquela farsa que todos vocês assistiram no último domingo, ele não cuspiu em alguém. Pode-se concordar ou não com a atitude do deputado Jean Wyllys em reagir desta forma após o Jean tolerar todos os tipos de insultos e provocações orquestradas e premeditadas ao longo desses anos, mas Wyllys é gay o suficiente para não atacar pelas costas e nem negar os fatos: ele assume publicamente os seus atos e arca com as consequências. (Aliás, eles manipulam imagens para induzir que o deputado Jean teria premeditado sua reação, mas quem está com um celular na mão e filmando a reação do Jean às provocações do seu pai é Eduardo Bolsonaro. Ele aprendeu tais métodos com aquele que anda no corredor do avião até a sua poltrona com a filmadora do celular ligada).