sábado, 9 de abril de 2016

Rodrigo Constantino é demitido do O Globo


Rodrigo Constantino foi mandado embora de O Globo nesta quinta-feira (7) depois de seis anos de colaboração com o jornal. O blogueiro, que anunciou a novidade através de seu blog pessoal, também havia sido demitido da revista Veja em outubro do ano passado.

“Recebi hoje uma ligação do editor do jornal O GLOBO com a notícia: nosso “casamento”, com mais de seis anos de duração, chegara ao fim. Motivos não foram apresentados – nem solicitados. Fica-se subentendida a razão desse desligamento”, afirmou.

Como fez com a Veja, Rodrigo, após a demissão, teceu críticas ao O Globo. “Mesmo como “da casa”, nunca fui convidado para um programa de entrevistas, à exceção de uma rápida na GloboNews sobre economia, e o Segundo Caderno jamais citou meu nome ou algum livro meu. Nem mesmo o que celebrava cinco anos de colunas nele!”, reclamou.

O blogueiro também afirma que seus adversários estão, possivelmente, comemorando seu desligamento do jornal. “A turma de Chico Buarque conseguiu mais uma vitória, sem dúvida. Devem estar celebrando a minha saída. Mas não pensem que a guerra foi vencida. Ela só termina quando termina”, desabafou.

Segundo Constantino, seu nome “já atingiu um patamar para sobreviver de forma independente, sem placa por trás”.

Revista Veja
Um mês depois de ser demitido da Veja, Constantino lamentou ter sido ‘expurgado’ pela revista.

Além de ter sido demitido, todos os textos de seu blog – “milhares de textos escritos”, como disse ele – foram apagados do histórico do site da revista. Foram para o lixo; deixaram de existir nos arquivos.

Indignado, na época, Constantino desabafou de maneira caricata: “A VEJA sucumbiu ao PT”, disse.