terça-feira, 17 de maio de 2016

Mendonça Filho (DEM) vai implantar universidade pública paga


247 - O novo ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou nesta terça-feira, 17, que pretende apoiar a cobrança de mensalidades em cursos de extensão e pós-graduação profissional nas universidades públicas, caso as instituições assim desejem.

Algumas universidades públicas já cobram por cursos de pós-graduação. Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) tramita no Congresso para regulamentar a questão. A ideia é permitir oficialmente o oferecimento de vagas não gratuitas para cursos de extensão, pós-graduação lato sensu e mestrado profissional.

"Embora não seja prioritária no momento, esta é uma discussão que deve ser feita com os reitores e representantes das universidades'', afirma o novo ministro da Educação. "Na época da votação da PEC, esta era uma demanda muito forte do setor'', que foi um dos 318 deputado que votaram a favor da aprovação da PEC, em votação em 1º turno. O projeto ainda precisa ser votado em 2º turno antes de ser encaminhado ao Senado.

A proposta de Mendonça Filho é que a gestão do MEC seja voltada para a educação básica. "Mas isso não significa que haverá descontinuidade de programas voltados à educação superior'', diz. "Nos últimos anos, o Brasil conseguiu universalizar o acesso às universidades. O desafio agora é investir em qualidade no ensino básico.''

Confira também, Leandro Karnal desmoralizando pensamento da direita: