segunda-feira, 16 de maio de 2016

Temer desmoraliza seu Ministro da Justiça


A jornal, ministro da Justiça havia defendido mudança no processo de escolha. Alexandre de Moraes disse que chefe do MP não precisa ser 1º da lista tríplice.

O presidente em exercício Michel Temer desautorizou nesta segunda-feira (16) a proposta de seu ministro da Justiça de mudança no processo de escolha do procurador-geral da República. Em resposta à sugestão de Alexandre de Moraes, Temer afirmou à GloboNews que manterá a tradição de escolher o mais votado na eleição interna dos procuradores da República.

Em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo" publicada na edição desta segunda-feira, o novo ministro da Justiça havia dito que iria sugerir ao presidente em exercício uma alteração na regra de escolha do chefe do Ministério Público.


Confira também, Gregório Duvivier: Precisamos falar sobre Temer: