quarta-feira, 4 de maio de 2016

Temer não vê problema de seus ministros serem investigados na Lava-Jato




Cotado para assumir a pasta do Planejamento, o senador e ex-ministro da Previdência Romero Jucá (PMDB) é alvo de inquéritos na Lava Jato sob suspeita de formação de quadrilha e de negociar propina com a UTC por Angra 3.

Outros nomes como Geddel Vieiria Lima (PMDB), sondado para Secretaria de Governo, e Henrique Eduardo Alves (PMDB), possível nome para o Turismo, também foram mencionados nas investigações. Ambos são suspeitos de negociar propina com o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS.


Confira também, Coronel Telhada agride estudantes na ALESP