domingo, 31 de julho de 2016

Fascistas pró-Temer agridem Letícia Sabatella em manifestação


Revista Fórum - A atriz e cantora Letícia Sabatella foi agredida na tarde deste domingo (31) durante a manifestação pró-impeachment em Curitiba (PR). Após o episódio, ela publicou um vídeo no Instagram que mostra o momento em que vários policiais militares cercam a atriz para que manifestantes não a agridam. “Não fui provocar ninguém, passava pela praça antes de começar a manifestação e parei pra conversar com uma senhora. Meu erro. Preocupa esta falta de democracia no nosso Brasil. Eles não sabem o que fazem”, escreveu Sabatella em um post na rede social.


Assista ao vídeo:




No vídeo, a atriz fala: “Vocês não são democráticos”. Com raiva, uma mulher grita: “Comunista, cria vergonha. Nossa bandeira jamais será vermelha. Sem vergonha, acabou a mamata pra vocês. Chora petista”. Um homem que passa vai em direção à atriz e a chama de “puta”. É possível escutar alguém que diz ao homem: “Isso é misógino”.


Foto: Reprodução


Os agressores estão vestidos com camisetas do Brasil e com a mensagem “república de Curitiba”, óculos escuros, faixas na cabeça com as cores verde e amarela, e portam a bandeira brasileira. “Vai embora daqui”, diz um senhor que empurra o celular com o qual a atriz grava a cena, chegando próximo a seu rosto.

Desde o início do processo de impeachment, Sabatella vem se posicionando em defesa da democracia e contra o golpe, além de pedir imparcialidade da Justiça e avanços a todas as esferas no combate à corrupção. Junto a outros artistas, ela lançou a campanha “Canta a Democracia”. No último mês de março, ela também declarou que condena a “polarização” e “esse ódio instaurado”.

O ato na capital paranaense faz parte da mobilização nacional organizada pelo Movimento Vem Pra Rua, em apoio ao impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. A cena da agressão foi gravada em frente ao Teatro Guaíra, na Praça Santos Andrade. Em contrapartida, nos próximos dias, o local receberá o evento nacional “Circo da Democracia”, que irá reunir artistas, políticos, ativistas e intelectuais do Paraná e de todo o Brasil em defesa da democracia e contra o golpe institucional em curso. O palco do evento já está montado na praça e organizadores pedem reforço para que não seja atacado por manifestantes da direita.