quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Meirelles pode produzir rombo histórico na economia brasileira


247 - A incapacidade da equipe econômica do governo de Michel Temer de fazer a atividade empresarial reagir, conforme prometido, pode arruinar de vez as contas públicas brasileiras.

Dados da Receita Federal divulgados nesta quinta-feira 27 apontam que a arrecadação de impostos no mês de setembro foi de R$ 94,77 bilhões, a pior para o período desde 2009. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, pode produzir o maior rombo da história.

Leia mais na reportagem da Agência Brasil:

Arrecadação de impostos tem queda de 8,37% em setembro
Felipe Pontes - O governo federal arrecadou R$ 94,770 bilhões em impostos e contribuições em setembro. O resultado representa uma queda real de 8,27% em relação ao mesmo mês de 2015, já descontada a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial utilizado pelo governo.

Os números foram divulgados hoje (27), em Brasília, pela Receita Federal. No acumulado do ano, o governo arrecadou R$ 911,951 bilhões de janeiro a setembro de 2016, cifra maior do que a do ano passado (R$ 901 bilhões), mas que representa uma queda real de 7,54 % após descontados os efeitos da inflação.


Confira também, Estudante de 16 anos defende ocupações e humilha deputados