segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Gilmar Mendes e ministro da Educação palestram em Congresso do MBL


Por Matheus MoreiraO evento organizado pelo Movimento Brasil Livre, que apoiou o afastamento da presidenta Dilma Rousseff convidou para seu segundo congresso Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro da Educação, Mendonça Filho. Os ingressos custam 200 reais para assistir os dois dias de palestras.

Ambos aceitaram o convite e fazem parte da programação oficial do congresso que reunirá agentes da nova direita e representantes das elites que atuaram pela ascensão de Michel Temer à presidência da República e pelo afastamento definitivo da presidenta eleita.

Gilmar Mendes é um dos principais articuladores do processo que tenta cassar o registro do Partido dos Trabalhadores, de maneira a desvirtuar a cassação da chapa de Dilma, que afetaria Michel Temer. Com o processo paralelo, apoiado por outros ministros do Supremo – Luiz Fux, Dias Toffoli e Henrique Neves – Temer manteria posição, enquanto todos os parlamentares do PT em âmbito nacional seria o afetados, ocasionando, em última instância, no fim da legenda.

Além dos ministros, estão o congresso trará vereadores do MBL eleitos, como Fernando Holiday e outros agentes do golpe, entre eles Janaína Paschoal e Reinaldo Azevedo. Até humoristas vão ter chance de palco no evento, como é o caso do ex-Casseta e Planeta, Cláudio Manoel. A liderança do movimento, Kim Kataguiri, o menino de 20 anos, também irá palestrar.

Na página do evento no Facebook, o MBL publicou uma foto pedindo a prisão de “bandidos” e “para efeitos práticos” colocou apenas dois rostos na montagem: Lula e Cunha, ainda que não muito tempo atrás, Kim Kataguiri tirou foto ao lado do ex-presidente da Câmara, em sinal de apoio a sua atuação na Casa.


Fotos: Facebook/MBL


Confira também, Senadora Gleisi humilha senadores a favor da PEC 55