terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Barroso nega liminar para suspender sessão que discute PEC do teto

Resultado de imagem para Barroso E Renan Calheiros

O Senado vota nesta terça-feira (13) em segundo turno a chamada PEC do teto de gastos.

Prioridade do governo Michel Temer no Congresso em 2016, o texto recebeu 61 votos favoráveis e 14 contrários no primeiro turno na Casa. Por se tratar de PEC, a proposta precisava ser avalizada por, pelo menos, 49 dos 81 senadores (três quintos do total).

Estão previstas manifestações de grupos de esquerda na Esplanada dos Ministérios contra a votação da PEC.

Barroso nega liminar para suspender sessão do Senado que discute PEC do teto
O ministro Luis Roberto Barroso acaba de negar o pedido de liminar feito pela senadora Gleisi Hoffmann para que a sessão que votará a PEC do teto de gastos hoje fosse suspensa, informa a colunista da Folha Mônica Bergamo.

A parlamentar argumentava que Renan Calheiros descumpriu regra que determina que o assunto fosse discutido em trés sessões ordinárias, marcando para segunda-feira sessões extraordinárias que teriam atropelado o calendário regulamentar.

Barroso considerou que acordo de líderes para a convocação de sessões extraordinárias, como foi feito, é válido e que a discussão deveria prosseguir.


Vídeo emocionante: desculpa, Dilma!