segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Caso Banestado: Senador Requião relembra maior roubo do Brasil

Resultado de imagem para Caso Banestado

O senador Roberto Requião fez um duro pronunciamento sobre a mãe de todas as corrupções.

Não foi mensalão, não foi petrolão.

Foi o Banestado.

(Na época, a imprensa não dava apelido com "ão", não fazia infográficos, charges, não fazia campanha).

Os desvios chegaram a mais de US$ 124 bilhões, ou quase R$ 500 bilhões.

Calculem aí quem souber o quanto isso significaria hoje, contabilizando a inflação.

O próprio Requião lembra que o valor correspondia a bem mais do que as reservas internacionais do Brasil.

É um escândalo totalmente tucano, mas nenhum tucano foi preso.

O juiz do caso foi Sergio Moro, alguns procuradores eram os mesmos da Lava Jato. Não fizeram nada.

Moro soltou Youssef, o principal doleiro do escândalo, e Youssef voltou a roubar.

Assista e compartilhe o vídeo completo da denúncia: