sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Temer se recusa a ir ao velório de jogadores da Chapecoense porque tem medo de vaias


De acordo com a publicação, o presidente não deve ir ao estádio com receio de vaias e deve ficar no aeroporto da cidade. Uma equipe do Palácio do Planalto chegou a Chapecó no começo da tarde desta quinta-feira (1º). Os corpos das vítimas serão transportados por aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). 

Presidente da Fifa confirma presença

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, participará do velório coletivo das vítimas do acidente com a delegação da Chapecoense na Arena Condá, informou a assessoria do líder do futebol mundial Apesar de o velório ainda não ter data confirmada, o mandatário deve chegar ao Brasil no fim da sexta-feira (2) ou no sábado (3) para prestar uma homenagem aos falecidos. As informações são da Agência ANSA.

Até o momento, a Chapecoense confirmou que 51 das vítimas serão veladas no estádio. A diretoria estima que os corpos devam chegar a Chapecó por volta do meio-dia desta sexta, mas o horário ainda não está definido pois depende da liberação das vítimas pelo Instituto Médico Legal de Medellín. Ao saber da tragédia, na última terça-feira (29), Infantino enviou uma mensagem de condolências e disse que esse era um dia "muito, muito triste para o futebol".

Pai de zagueiro da Chapecoense: Que Temer tenha vergonha na cara