quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Acredite se quiser: Cunha vai ao STF pedindo mandato de volta

Resultado de imagem para cunha comanda stf

Segundo documento reproduzido pelo site Poder360, e antecipado pela newsletter  Drive, editada  por Fernando Rodrigues, o ex-deputado Eduardo Cunha pede ao Supremo Tribunal Federal – especificamente ao Ministro Ricardo Levandowski, a quem considera prevento por ter julgados questões relativas ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados – a restituição de seu mandato de deputado federal.

O argumento central de Cunha é que o plenário votou um parecer e não um projeto de resolução, que poderia ter sido emendado com penas menos graves que a perda do mandato.

É óbvio que nem bebendo uma cisterna da água que Gilmar Mendes diz estar sendo servida no STF o pedido tem a menor chance de prosperar.

Nem mesmo para a esperança de passar, com o mandato, a ser julgado pelo Supremo.

Serve apenas para Cunha mostrar que está vivo e que não conformado com seu destino.

E mostrar que está vivo é a forma que Cunha tem de fazer outros morrerem de medo.

Cunha não vai reaver o mandato, mas quer reaver a condição de personagem pelo qual a Força Tarefa  da Lava Jato e Sérgio Moro tenham interesse.

Está “escanteado”, quase não vem ao caso e parecem não querer dele a delação premiada.

Que Cunha, como sempre fez em tudo em sua vida política, quer vender caro.

E os “intocáveis da República” nem de graça querem que Cunha fale.

Confira também, Gleisi Hoffmann desmascara golpistas em 2016