terça-feira, 3 de janeiro de 2017

As ligações comprovadas da Lava Jato e sua equipe com o PSDB

moro-capa-de-materia

A Lava Jato já recolheu provas contra tucanos, delações não faltam, provas tem até filmagem, mesmo os que não tem foro privilegiado nada acontece, nem uma única intimaçãozinha, pelo contrário a força tarefa até defende indiretamente o PSDB como fez Moro nos EUA, dizendo que o PSDB não fazia parte do governo portanto por isso não investigavam, assim seguiu a linha o Procurador fundamentalista Deltan Dallagnol na Folha, afirmando que o PSDB não fazia parte do esquema, delações e vídeos provam o contrário. Além da amizade de membros da força tarefa e militância pró-PSDB, lembrando que a Lava Jato teve 3 anos e até agora nem investigou tucanos.

1- Delegados da Lava Jato eram cabos eleitorais de Aécio Neves e batiam em Dilma e Lula nas eleições.

Os delegados que comandam a operação eram cabos eleitorais de Aécio Neves na eleição de 2014, sendo Aécio um dos mais delatados e o menos investigado na Operação, coincidência ou não, mostra já o comprometimento ideológico dos agentes públicos que autorizam e guiam as investigações na Polícia Federal.

Quiseram censurar as críticas e notícias


O delegado Igor Romário de Paula, que coordenou a condução coercitiva de Lula em março de 2016, era um desses delegados e quis barrar notícias e perfis críticos a essa atitude dos delegados como foi noticiado no UOL.

2- Dória eleito prefeito de São Paulo pelo PSDB, disse quando Lula devia ser preso a Moro seu amigo.

A nota saiu em meio a uma notícia da Folha de São Paulo em que João Dória pediu a Moro para adiar um pouco a prisão de Lula, contavam com a prisão de Lula nas eleições, quem sabe, mas devido a uma série de fatores entre eles a denúncia na ONU isso pode ter sido repensado. Leia aqui
Moro e acusado de desvios na merenda lado a lado



Fernando Capez, do PSDB, tirando fotos ao lado de Moro, os dois muito sorridentes e palestrando juntos em evento cheio de tucanos emplumados e antipetistas e está até em coluna social de fofoca do UOL. O problema é que Fernando Capez é considerado como o chefe de um esquema criminoso de desvios de merenda de escolas públicas em São Paulo.


Capez até hoje não foi julgado graças a amizades políticas e jurídicas.
Moro e governador tucano do Mato Grosso


Moro dialogando e confraternizando com o governador tucano do Mato Grosso, Pedro Tacques, ferreneo antipetista e algoz de Lula, nesse evento Moro elogiou o deputado tucano, Nilson Leitão pelo apoio a lei de abuso de autoridade, Leitão é acusado de desvios na educação.

Moro e Aécio.


O nível de proximidade e intimidade dos dois é impressionante nas fotos, lembrando novamente que Moro não é político e sim juiz da Lava-Jato e Aécio delatado 9 vezes, inclusive gente próxima dele que não tem foro privilegiado.
Moro a vontade com Serra


Serra que é conhecido por ter pouco “humor” e não ser nada engraçado, parecia estar agradando muito Moro e sua esposa. O problema é que Serra é apontado como recebedor de propina de 23 milhões de reais da Odebrecht em conta suiça e nas delações que envolvem tucanos, sempre há outros tucanos e operadores próximos de tucanos sem foro privilegiado.

3- Dallagnol em festinha antipetista onde haviam hits anti-Dilma e anti-Lula

Membros do Ministério Público Federal que impõe intensa perseguição a Lula em festa de antipetistas em sua maioria tucanos e democratas, mostrando o grau da coisa como anda.

4- El País questiona Dallagnol por ir em evento de tucanos e movimentos antipetistas.
A notícia pode ser vista aqui, isso comprova os laços próximos de movimentos antipetistas composto por tucanos, democratas com a Lava Jato a olhos nus, são tantas evidências para pedir suspeição de quase todos membros da Força Tarefa em operações contra o PT, que se tivessemos Justiça, Conselho Nacional de Justiça, Corregedoria de verdade, todos eles seriam punidos.


Confira também, Senador Humberto Costa é agredido por fascista em livraria