segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Carmen Lúcia lavou as mãos e Temer pode dar 100 bilhões para as teles a qualquer momento

temer carmen

Tijolaço  - A Ministra Carmem Lúcia “lavou às mãos” no caso da maracutaia que doa, segundo os cálculos do Tribunal de Contas da União, cerca de R$ 100 bilhões em patrimônio público entregue às empresas de telecomunicações quando de sua privatização, no Governo Fernando Henrique Cardoso.



Disse que “não há urgência” no pedido para que a nova Lei das Teles seja apreciada no plenário do Senado e não apenas nas comissões onde foi aprovada.


O caso, agora, vai, depois do recesso, voltar ao relator, ministro Teori Zavascki, sem prazo para decidir.

E, portanto, a lei volta a ter condições de ser sancionada por Michel Temer.

Até agora, com a suspensão do processo decretada na antevéspera do natal, não poderia.

É inacreditável que “não haja urgência” em algo desta grandeza.

Mesmo que fosse correto o “desconto” que a Anatel estima no valor, para R$ 20 bilhões de reais, é uma bolada.

100 ou 20 bilhões, uma vergonha.

Que, claro, não é urgente deter.



Confira também, Enquanto no Brasil, gasolina está R$ 4

'