sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Deputados da Inglaterra, Escócia e EUA dizem que Moro é alinhado com PSDB/PMDB

moro-psdb-2

Deputados da Escócia, EUA, Inglaterra, afirmam que Moro comete abusos contra Lula, não só porque ele é parcial, mas sim porque o mesmo é alinhado com o projeto de poder daqueles que deram um golpe na democracia, sim um golpe chamado Impeachment, pois foi Impeachment sem crime de responsabilidade. Abaixo a nota dos deputados que saiu no The Guardian e na Folha de São Paulo.


Por Blog do Ancelmo, O Globo

Solidariedade a Lula

Deputados dos partidos trabalhistas inglês e escocês, ativistas e economistas publicaram um abaixo-assinado no jornalão britânico “The Guardian”, sábado, em solidariedade a Lula.



Dizem no texto que, após a “remoção não democrática de Dilma”, há uma “campanha difamatória”, numa “tentativa de impedir Lula” de concorrer em 2018.

Da Folha:

Um grupo de 12 deputados do Partido Democrata dos Estados Unidos vai divulgar nesta quarta-feira (18) uma carta pública em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em que acusa o juiz Sergio Moro de persegui-lo por meio de decisões “arbitrárias”.

A carta, obtida pela Folha, é endereçada ao embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral, e afirma que o ex-presidente está sendo “perseguido”. “Estamos especialmente preocupados com a perseguição do ex-presidente Lula da Silva, que viola as normas de tratados internacionais que garantem o direito da defesa para todos os indivíduos.”

“Exortamos as autoridades federais do Brasil a fazer todo o possível para proteger os direitos dos manifestantes, líderes de movimentos sociais e líderes da oposição, como o ex-presidente Lula”, diz a missiva.

Segundo o texto, o governo de Michel Temer tem agido “para proteger figuras políticas corruptas, para impor uma série de políticas que nunca seriam apoiadas em uma eleição nacional e pressionar adversários nos movimentos sociais e nos partidos de oposição.”

(…)

Também assinam a missiva alguns sindicatos e think tanks americanos, entre eles a central sindical AFL-CIO, que tem mais de 12 milhões de membros.

“Lula tem sido alvo de um juiz, Sergio Moro, cujas ações parciais e arbitrárias tem ameaçado seu direito de defesa. Por exemplo, o juiz ordenou a prisão arbitrária [a condução coercitiva, em março de 2016] do ex-presidente só para servir de intimação, embora não houvesse nenhuma indicação de que o ex-presidente não quisesse depor na Justiça. ”

Confira também, Quem derrubou o avião de Teori Zavascki?