segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Florestan: Fosse o Brasil sério, Congresso exigiria explicações de Temer


Por Florestan Fernandes Júnior, em seu Facebook

"Michel Temer teve reuniões privadas na embaixada americana para passar para eles questões de inteligência política que não muitos tiveram acesso, discussões das dinâmicas políticas do Brasil... estamos falando de construir uma boa relação de forma a ter troca de informação de parte a parte e apoio político mais adiante." Do criador do WikiLeaks, Julian Assange para o jornalista Fernando Morais, editor do Nocaute. Fosse um país sério o Congresso Nacional estaria nesse momento exigindo explicações do presidente da República. E a nossa imprensa estaria repercutindo a noticia e não escondendo a informação dos seus leitores.

Confira também, Ninguém além do Brasil
repetiu milagre de tirar 22 milhões da pobreza, diz Bauman