domingo, 19 de fevereiro de 2017

Descoberta: Antes de morrer, Teori fez reclamações por escrito sobre Janot e PGR



Segundo o colunista da Folha de S.Paulo, Elio Gaspari, o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, morto em um acidente aéreo no dia 19 de janeiro, tinha costume de fazer diários e, em algumas anotações, comentou que sua relação com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não estava bem.


Zavascki se dizia insatisfeito com o trabalho do PGR e estaria ameaçando deixar isso público caso Janot não resolvesse a lentidão de processos sob sua responsabilidade. 




Confira também, Leonardo Stoppa tira onda com enquete de Flávio Bolsonaro