segunda-feira, 27 de março de 2017

Maioria dos deputados evangélicos votou a favor de reforma trabalhista; veja lista


Pedro HMC - Não é no mínimo curioso que uma bancada que se diga em nome de Deus, vote contra direitos trabalhistas como a CLT, que garante tantos benefícios ao trabalhador? De que lado será Jesus estaria? Dos patrões e empresários ou do povo e do proletariado?



Ainda assim, por alguma razão, 70% dos deputados evangélicos da Câmara dos Deputados – deste país onde Estado Laico de cu é rola – votou a favor da reforma trabalhista proposta pelo presidente Michel Temer, que afrouxa os vínculos do trabalhador com a empresa e permite toda e qualquer terceirização no setor, diminuindo benefícios e garantias do funcionário, e aumentando o lucro do empresário.




Foram 231 votos que garantiram a reforma trabalhista, dos quais, 79 evangélicos, ou seja, a bancada da Bíblia sozinha foi responsável por quase 40% do total necessário pra se obter essa aprovação.

Abaixo você confere a lista dos deputados da bancada evangélica que votaram a favor da reforma trabalhista e contra os direitos dos trabalhadores. Vale memorizar o nome de cada um para não serem eleitos nunca mais, afinal, mais do que nunca, precisamos de uma limpeza neste antro de sujeira e corrupção que se tornou o nosso país.




A polêmica entrevista de Ciro Gomes (Sem cortes)

Deputados evangélicos que votaram a favor da reforma:

AGUINALDO RIBEIRO (PP-PB)
ANDRÉ ABDON (PP-AP)
ANDRE MOURA (PSC-SC)
ANTONIO BULHOES (PRB-SP)
AROLDE DE OLIVEIRA (PSC-RJ)
BRUNA FURLAN (PSDB-SP)
CARLOS GOMES (PRB-RS)
CARLOS MANATO (SD-ES)
DIMAS FABIANO (PP-MG)
EDMAR ARRUDA (PSD-PR)
EDUARDO BOLSONARO (PSC-SP)
ELIZEU DIONIZIO (PSDB-MS)
EZEQUIEL TEIXEIRA (PTN-RJ)
FABIO SOUSA (PSDB-GO)
JHONATAN DE JESUS (PRB-RR)
JOAO CAMPOS (PRB-GO)
JORGE TADEU MUDALEN (DEM-SP)
JOSUÉ BENGSTON (PTB-PA)
JULIA MARINHO (PSC-PA)
LAERCIO OLIVEIRA (SD-SE)
LEONARDO QUINTAO (PMDB-MG)
LINDOMAR GARÇON (PRB-RO)
LUIZ LAURO FILHO (PSB-SP)
MARCELO ALVARO (PR-SP)
MARCIO MARINHO (PRB-BA)
NILTON CAPIXABA (PTB-RO)
PASTOR EURICO (PHS-PE)
PROFESSOR VICTORIO GALLI (PSC-MT)
ROBERTO ALVES (PRB-SP)
ROBERTO SALES (PRB-RJ)
ROMULO GOUVEIA (PSD-PB)
SERGIO BRITO (PSD-BA)
SHERIDAN (PSDB-RR)
SILAS CAMARA (PRB-AM)
TONINHO WANDSCHEER (PROS-PR)
VINICIUS CARVALHO (PRB-SP)
WALNEY ROCHA (PEN-RJ)

Os deputados seguintes, que incluem os famosos homofóbicos Marco Feliciano e Jair Bolsonaro, simplesmente se absteram de votar. Vale lembrar que abstenção é um voto que conta a favor sem que você tenha que declarar seu voto. É uma maneira de ficar em cima do muro pra não perder voto.

ANTONIO JACOME (PTN-RN)
JAIR BOLSONARO (PSC-RJ)
MARCOS SOARES (DEM-RJ)
MARCO FELICIANO (PSC-SP)

E por fim, estavam presentes na sesão, mas simplesmente não votaram (????) os seguintes deputados evangélicos:

ALTINEU CORTES (PMDB-RJ)
CARLOS ANDRADE (PHS-RO)
ERIVELTON SANTANA (PEN-BA)
FABIO GARCIA (PSB-MT)
FERNANDO FRANCISCHINI (SD-PR)
GILBERTO NASCIMENTO (PSC-SP)
SOSTENES CAVALCANTE (DEM-RJ)
TIA ERON (PRB-BA)

Como disse José Barbosa Júnior, em seu facebook, esta é a lista dos que se dizem cristãos, mas são inimigos do povo, logo, inimigos de Cristo. Não dá pra ter uma conclusão melhor, não é mesmo?

A lista completa de deputados de todos os partidos e religiões que votaram a favor e contra a reforma trabalhista, você pode conferir aqui.