quarta-feira, 8 de março de 2017

No Dia da Mulher, Temer faz discurso machista e misógino



O presidente golpista Michel Temer fez um discurso machista e misógino em cerimônia em referência ao Dia da Mulher, nesta quarta-feira (8). Acompanhado da primeira-dama Marcela Temer, ele afirmou que só a mulher é capaz de indicar ‘desajustes’ de preço no supermercado.




“Na economia também a mulher tem grande participação. Ninguém mais é capaz de indicar os desajustes de preços no supermercado do que a mulher.”


Além disso, ele ainda disse que mulher é tratada como ‘figura de segunda grau’ e disse ter “convicção do quanto a mulher faz pela casa”. A fala machista do presidente golpista aconteceu no mesmo dia em que milhares de mulheres saíram às ruas de todo o Brasil por mais direitos, contra retrocessos e na luta contra o desmonte da Previdência Social.




A fala desastrosa do usurpador foi bastante criticada por internautas e personalidades. O deputado federal Pepe Vargas (PT-RS) e a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) condenaram a discurso do golpista.

O senador Lindbergh Farias classificou o discurso como machista. Para ele, o golpe é, além de tudo, uma expressão bárbara de machismo e misoginia.