terça-feira, 7 de março de 2017

Temer cortou patrocínio de atletas olímpicos para gastar com propaganda na Globo


O governo de Michel Temer utilizou recursos do orçamento do Ministério do Esporte para cobrir custos de R$ 19 milhões com campanhas publicitárias. 



Entre as peças veiculadas com o dinheiro que deveria sevir para apoiar o desenvolvimento do esporte do País, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência gastou R$ 7,5 milhões para peças de marketing sobre a reforma da Previdência.


Outros R$ 3 milhões bancaram custos com a ação "Brasil nos Trilhos", veiculada para propagandear a "melhora do cenário econômico do País". A pasta cedeu ainda R$ 8,5 milhões para executar ações de "prestação de contas da atuação do governo federal". A informação é do Poder 360.

Confira também, Como o mentiroso (Aécio Neves) é desmascarado

Divulgação das prioridades do governo de Michel Temer em meio a denúncias de abandono pelo governo de atletas olímpicos. Medalhistas da Rio 2016 reclamam de falta de patrocínio, de pagamento de prêmios e bolsas depois que Michel Temer assumiu o governo