quarta-feira, 5 de abril de 2017

A lista de parentes de Aécio empregados no seu governo e envolvidos em escândalos

Resultado de imagem para aécio e andreia neves



Em 2006, o deputado estadual Rogério Correia (PT), da oposição ao governo tucano, apresentou um requerimento de informações sobre nepotismo de parentes do então governador Aécio Neves. A lista tinha nove nomes, inclusive Fernando Quinto Rocha Tolentino:



— Oswaldo Borges da Costa Filho (genro do padrasto do governador), presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico e Minas Gerais;

— Fernando Quinto Rocha Tolentino (primo), assessor do diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagem (DER/MG);


Confira também, Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

Seu irmão, Tancredo Aladin Rocha Tolentino (na foto, vulgo “Quêdo”) está preso, acusado de comprar liminares para soltar traficantes de drogas em Cláudio, cidade onde Aécio construiu um Aeroporto na fazenda do pai de Tancredo e Fernando Tolentino.

http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,desembargador-e-denunciado-por-vender-liminar-imp-,834233

http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/helena/2014/07/aecio-usa-lei-para-contratar-parentes-no-governo-de-mg-6376.html

— Guilherme Horta (primo), assessor especial do governador;

— Tânia Guimarães Campos (prima), secretária de agenda do governador;

— Frederico Pacheco de Medeiros (primo), secretário-adjunto de estado de governo;

— Andréia Neves da Cunha (irmã), diretora-presidente do Serviço de Assistência Social de Minas Gerais (Servas);

Sócia de uma das rádios de Aécio Neves, a Rádio Arco-Iris. A rádio tem em sua frota 13 carros de luxo no valor declarado de R$ 700 mil. O governo de Minas se recusou diversas vezes e até hoje se recusa a divulgar quanto gasta em verbas de publicidade na rádio.

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,mp-investigara-repasses-do-governo-de-minas-para-radio-de-aecio-neves,851542

— Ana Guimarães Campos (prima), servidora do Servas;

— Júnia Guimarães Campos (prima), servidora do Servas;

–Tancredo Augusto Tolentino Neves (tio), diretor da área de apoio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Após denúncias de irregularidades perdeu o cargo no BDMG mas assumiu a PROMINAS, indicado pelo sucessor de Aécio, Antônio Anastasia.

http://www.prominasmg.com.br/pt-br/prominas/08/dly3wnhj5/.html

Aqui, o link do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais a que Dilma Rousseff se referiu no debate com Aécio Neves na Band. Trata-se de um termo de ajustamento de conduta para que o governo mineiro investisse em Saúde o mínimo exigido pela Constituição federal.