terça-feira, 4 de abril de 2017

Babaca, Fernando Holiday, do MBL e do DEM, intimida professores; secretário emite nota de repúdio

holliday

Uma ação do vereador Fernando Holiday (DEM) em escolas municipais para fiscalizar suposta “doutrinação” ideológica virou, nesta terça-feira (4), motivo de acusação de “intimidação” a professores pelo secretário de Educação Alexandre Schneider, da gestão João Doria (PSDB).

Holiday, integrante do MBL (Movimento Brasil Livre) e aliado de Doria, postou em seu perfil no Facebook um vídeo falando sobre a visita surpresa à escola municipal Constelação do Índio, no Jardim Campinas, na zona sul de São Paulo, na segunda-feira (3).

                               

“Vou continuar fazendo essas visitas surpresas às escolas do município. Zonas sul, leste, oeste, norte, para verificar, claro, a estrutura da escola, mas também para analisar se há doutrinação no conteúdo que está sendo dado na sala de aula”, diz. 


Schneider emitiu uma nota, também nas redes sociais, afirmando ter sido “surpreendido” pelo vídeo. “Evidentemente o vereador exacerbou suas funções e não pode usar de seu mandato para intimidar professores”, afirmou.

O secretário escreveu que a escola “não é nem nunca será um espaço neutro”. “A escola pública, laica, plural, não deve ser espaço de proselitismo de qualquer espécie”.

Leia mais na Folha de São Paulo.