sábado, 22 de abril de 2017

Odebrecht entrega recibos, extratos bancários que comprovam propina de 40 milhões a Temer



Os comprovantes são de uma propina que delatores dizem ter sido acertada depois de uma reunião com o então candidato a vice e os ex-presidentes da Câmara, Eduardo Cunha, e Henrique Eduardo Alves, todos do PMDB, em 2010. 



É mais do que os US$ 40 milhões supostamente negociados na reunião com Temer e que já eram de conhecimento com base em informações dos executivos da empresa.



Odebrecht entrega extratos com propina de US$ 65 milhões acertada com Temer

Confira também, Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet