sexta-feira, 21 de abril de 2017

Provas mais robustas e concretas da Lava Jato são contra Aécio, Serra, Temer e Jucá.


Na avaliação de procuradores que atuam na Lava Jato, as provas mais robustas entregues pelos delatores da Odebrecht são as que atingem os senadores José Serra e Romero Jucá, com Aécio Neves logo atrás, segundo a coluna Radar Online, da revista Veja, neste fim de semana.


O jornalista Mauricio Lima aponta ainda que Serra e Aécio têm evitado locais públicos, como aeroportos, desde que seus nomes ganharam destaques na mídia com a divulgação das delações da Odebrecht. O objetivo: evitar xingamentos e vídeos da cena que se espalham pela internet.



Confira também, Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet