quarta-feira, 19 de abril de 2017

Temer vai homenagear Luciano Huck, João Doria e Sérgio Moro

size_810_16_9_vice-presidente-michel-temer

O governo do presidente Michel Temer vai homenagear Sérgio Moro. Ministro da Defesa, Raul Jungmann decidiu conceder a Ordem do Mérito Militar ao juiz federal responsável pela Operação Lava Jato. Com isso, Moro passará a fazer parte, com o grau de Oficial, do Corpo de Graduados Especiais da Ordem do Mérito Militar.


Citado na Lava Jato, Temer deverá participar da cerimônia, que vai ocorrer amanhã, às 10h, no Quartel-General do Exército, em Brasília — a agenda oficial do presidente só será divulgada hoje. Caso vá ao evento, o próprio Temer entregará a medalha a Moro. “Não há qualquer constrangimento. O presidente não é réu na Lava Jato e já declarou apoio à operação. Provavelmente vai prestigiar a solenidade, como fez nos anos anteriores”, disse um interlocutor ao Informe.




A Ordem do Mérito Militar foi criada em 1934, no governo de Getúlio Vargas, para premiar militares e civis “que tenham se tornado credores de homenagem especial do Exército Brasileiro”. Amanhã, 98 pessoas serão agraciadas com a honraria. Entre elas, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), e Luciano Huck. Moro e o apresentador de televisão já confirmaram presença na solenidade, que marca a comemoração do Dia do Exército.

Confira também, Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

Leia mais no O Dia