terça-feira, 30 de maio de 2017

A hipocrisia dos empresários a favor da reforma trabalhista mas gastam milhões para comprar políticos


O grande empresariado que puxa a campanha pela aprovação da Reforma Trabalhista, é o mesmo que podemos notar que tem dinheiro para comprar propinas a soldo políticos para votarem projetos de lei, vencerem licitações, entre outras práticas que se mostraram bem comuns na vida político econômica do país. 


Os direitos do trabalhador brasileiro, que já ganha salários que são considerados os menores entre as maiores economias do mundo, segundo a OCDE e sendo que depois da aprovação da PEC 55, o salário mínimo só terá aumento acima da inflação em 2022.


No entanto o caixa que abastece a compra de favores do estado, que vai de servidores menores, a juízes, promotores, políticos não falta, a maximização do lucro que eles buscam através do corte de direitos do trabalhador é uma faca de dois gumes, onde em uma perspectiva de médio e longo prazo fará com que o mercado interno perca capacidade de consumir e o empresário… de vender e lucrar.