segunda-feira, 8 de maio de 2017

Ciro Gomes: Lula cresce porque tem sido perseguido


247 - O ex-ministro e presidenciável pelo PDT Ciro Gomes afirmou nesta segunda-feira 8, após uma palestra realizada na Universidade Federal do Rio de Janeiro, que o ex-presidente Lula cresce nas pesquisas em parte porque é perseguido.


"A população brasileira está achando, parte importante dela, que ele é um perseguido político. E em parte é mesmo. E o povo brasileiro odeia perseguição. E o Lula é campeão de entender a psicologia popular e está assumindo esse lugar", disse Ciro, segundo reportagem de Ítalo Nogueira.


O ex-governador do Ceará defendeu também que é preciso preservar as empreiteiras envolvidas na Lava Jato firmando acordos de leniência. "Uma das coisas que têm que fazer é a leniência e restaurar a capacidade da engenharia nacional brasileira voltar a intervir", disse. "Imagina se o Lula vai poder fazer isso? Chamar a Odebrecht e: 'Vem cá, vamos fazer acordo de leniência'.", acrescentou.

Confira também, Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

"Empresa não é corrupta. Corruptas são as pessoas que têm que pagar na proporção justa naquilo que fizeram. Não podemos cair nessa estupidez de destruir um setor em que o país tem protagonismo global, que é a construção civil, e gerar déficit em transações correntes com o estrangeiro também em serviços", disse ainda o ex-ministro.

Ciro Gomes ressaltou ainda que parte das reformas do governo Temer devem ser revistas. "Parte delas deverá ser revertida por absoluta insustentabilidade física", opinou. Como exemplo, disse que a PEC do Teto dos Gastos, "em três, quatro anos, se revelará absolutamente impraticável".