quarta-feira, 10 de maio de 2017

Dória do PSDB, defende seu amigo Moro e pede punição a Lula e defende tucanos


Da Istoé - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), manifestou nesta quarta-feira, 10, apoio ao juiz federal Sérgio Moro, à Operação Lava Jato e à “limpeza do Brasil”. Nesta tarde, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é interrogado pelo magistrado em Curitiba.


“A Justiça tem que ser cumprida. E todo apoio à Lava Jato, todo apoio ao juiz Sérgio Moro, todo apoio à limpeza do Brasil, que os corruptos desapareçam do Brasil”, afirmou, após a inauguração do primeiro Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para moradores de rua da capital paulista.




O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também se manifestou sobre o depoimento de Lula. “Ninguém está acima da lei. O Judiciário tem que seguir o seu trabalho”, disse Alckmin.

Confira também, Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

Alckmin, citado por delatores da Odebrecht, disse estar “absolutamente tranquilo sobre a citação de seu nome”. O governador declarou ter “40 anos de vida pública honesta e o mesmo patrimônio”.

(…)