quarta-feira, 24 de maio de 2017

URGENTE! Temer tenta suspender depoimento à PF em inquérito da JBS


A Polícia Federal tentou marcar nesta quarta-feira (24/5) o depoimento do presidente Michel Temer no inquérito que o investiga por obstrução de justiça, corrupção passiva e organização criminosa aberto a partir da delação da JBS.


A defesa de Temer recorreu ao STF para tentar suspender a oitiva sob o argumento de que é preciso aguardar a perícia que será realizada na gravação entregue pelo empresário Joesley Batista. Uma perita da PF ligou para a defesa oferecendo marcar data e local. A perícia pode levar até 30 dias para ser concluída.




“Não obstante, com o devido respeito, entende-se como providência inadequada e precipitada, conquanto ainda pendente de conclusão a perícia no áudio gravado por um dos delatores, diligência extremamente necessária diante das dúvidas gravíssimas levantadas – até o momento – por três perícias divulgadas”, escreveram os advogados.

   
Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet


“Houve reconhecimento da importância da prova pericial nos despachos de Vossa Excelência e da Ministra-Presidente, na medida em que determinaram a ultimação no menor prazo possível, com a apresentação de quesitos ainda no final de semana e prazo para as partes se manifestarem na sequência de sua conclusão”, completou.

A defesa argumenta ainda que “a indicação do Delegado da Polícia Federal para presidir o inquérito é providência inusitada, uma vez que a instituição policial tem chefia e goza de independência funcional, devendo a indicação de delegados seguir seus trâmites regulares”.