terça-feira, 13 de junho de 2017

Aumentam as chances de Aécio ir preso. Supremo vai julgar prisão dia 20

Resultado de imagem para Aécio neves

O Globo – A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar no dia 20 o pedido de prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG). O colegiado, formado por cinco integrantes da corte, também vai examinar o recurso do parlamentar para retornar ao cargo, do qual foi afastado no dia 18 de maio.


A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu no mês passado a prisão de Aécio, alternativamente, medidas cautelares. Para os investigadores, as providências eram necessárias para evitar que Aécio atrapalhasse as investigações. O relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, recusou o pedido de prisão, mas determinou que ele fosse afastado do mandato, o proibiu de entrar em contato com outros investigados e também o impediu de deixar o país.


Inicialmente, Aécio era investigado no mesmo inquérito que apura condutas do presidente Michel Temer. Fachin determinou a divisão das investigações e mandou a parte de Aécio ser sorteada para outro ministro do STF. A tarefa foi repassada, no caso, para Marco Aurélio Mello. Ele decidiu levar à análise da Primeira Turma o recurso da PGR, pedindo novamente a prisão, e do Aécio, pedindo o mandato de volta.

Confira também, Fora de controle, Gilmar Mendes recebe resposta de Herman Benjamin

Além de Marco Aurélio, integram o colegiado os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Alexandre de Moraes.