quinta-feira, 29 de junho de 2017

Governo Temer/PSDB quer tirar milhões da educação para normalizar emissão de passaportes


O governo enviou nesta quinta-feira (29) à Câmara dos Deputados um projeto que pretende retirar recursos da pasta da Educação para suprir o rombo orçamentário na Polícia Federal e normalizar a emissão de passaportes, suspensa na última terça-feira (27).


O projeto, elaborado pelo Ministério do Planejamento, propõe destinar R$102,3 milhões, que fazia parte do orçamento para capacitação e formação inicial e continuada para educação básica, de programas de alfabetização de jovens e adultos, de ações de graduação, pesquisa e extensão e de iniciativas de valorização da diversidade e promoção de direitos humanos, para a Polícia Federal, que também teve seu orçamento reduzido desde que Temer assumiu o poder.


O projeto foi recebido com críticas pela Comissão de Orçamento do Congresso e, de acordo com o presidente da Comissão, senador Dário Berger (PMDB-SC), ele pediu ao Ministério do Planejamento uma outra fonte de receita.

O relator do projeto, deputado Fernando Francischini (SD-PR), por sua vez, deve dar seu parecer sobre o texto nesta sexta-feira (30). Não há previsão ainda de quando a matéria vai a Plenário.