quinta-feira, 29 de junho de 2017

Ministro de Temer anuncia que vai aumentar impostos, não vai ter Pato da FIESP dessa vez


Do G1: O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta quarta-feira (28) que a estimativa do governo para o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano deve ser revisada para baixo nas próximas semanas. A piora nas expectativas acontece em meio a incertezas em torno da crise política envolvendo o governo de Michel Temer.


“Será um pouco menor do que 0,5% mas certamente será positivo”, disse o ministro. “Estamos avaliando o efeito de tudo isso [crise política] para chegarmos numa conclusão. Mas é importante dizer que existe um certo ajuste, mas não é um ajuste onde haja um impacto relevante”, acrescentou.


(…) Meirelles voltou a dizer que, se necessário, o governo aumentará impostos para garantir o cumprimento da meta fiscal. Segundo ele, o governo ainda conta com receitas extraordinárias com leilões de hidrelétricas e do setor de óleo e gás e com a aprovação no Congresso projeto de regularização tributária (Refis).

Ele destacou que ainda não existe nenhuma decisão tomada sobre o assunto, mas sinalizou que a baixa arrecadação federal poderá exigir medidas adicionais. “Repito agora de forma ainda mais pertinente: de fato, a queda da arrecadação é um fator importante”, disse.