sexta-feira, 21 de julho de 2017

Após aumentar gasolina, Temer diz que é honesto e que vai aumentar mais impostos


A Câmara dos Deputados já trabalha com a possibilidade de novos aumentos de impostos, além dos já preparados pelo governo de Michel Temer.


QUEM AVISA AMIGO É
Lideranças próximas do governo já falaram sobre o tema com a equipe do presidente.

CONTA
E o governo pretende acelerar a votação da Previdência assim que vencer, como espera, a votação que barrará a denúncia contra Temer. Nos cálculos de parlamentares da base, a proposta teria hoje 255 votos a favor. São necessários 308 para que ela seja aprovada.


SOMA ZERO
Cerca de cem deputados que dizem estar "indecisos" poderiam aderir à reforma, de acordo com os mesmos cálculos. Parlamentares mais experientes, no entanto, dizem que o governo está otimista demais.

NOS OUVIDOS DE JANOT
O entra e sai de advogados na Procuradoria Geral da República, em Brasília, tem sido frenético. Só nesta semana estiveram lá os representantes de Eike Batista, Antonio Palocci, Léo Pinheiro e das empreiteiras Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez. Os defensores de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro também mantêm linha direta com os procuradores.

TODOS JUNTOS
Apesar das idas e vindas das negociações, a impressão é a de que a equipe de Rodrigo Janot quer fechar todos os acordos possíveis antes de ele deixar o cargo, em setembro. Os advogados têm a mesma pressa.

ASSIM NÃO
Uma das expressões que mais tem incomodado Joesley Batista e seus assessores da JBS é a que os define como "turma de açougueiros".