terça-feira, 11 de julho de 2017

Com trocas na CCJ (compra de votos), aumentam os votos pró-Temer na comissão


BRASÍLIA — Com a décima troca de membros titulares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), pela primeira vez desde que o GLOBO começou a mapear o posicionamento dos deputados no colegiado o presidente Michel Temer chegou a obter a maioria dos votos declarados. Mas com a soma de novos votos, o placar começou a oscilar.




Beto Mansur (PRB-SP), um dos principais aliados de Temer, assumiu a vaga de Lincoln Portela (PRB-MG), que assumiu seu voto a favor da denúncia mesmo depois de a base aliada ter iniciado a troca de deputados na comissão.

Há ainda a expectativa de mais trocas na comissão, como no caso do deputado Espiridião Amin (PP-SC), que é da base e anunciou voto a favor da denúncia.