domingo, 30 de julho de 2017

Deputado tucano diz que Temer não cairá porque o povo é corrupto

Resultado de imagem para Bonifácio de Andrada Temer

Do Blog da Cidadania - Na semana que vem, a Câmara dos deputados decidirá se autoriza o STF a processar criminalmente o presidente Michel Temer, que, segundo recente pesquisa Ibope, é rejeitado por 70% dos brasileiros e aprovado por apenas 5% – de longe, o presidente mais impopular da história.


Não que isso seja importante para condenar ou enaltecer um presidente. Dilma deixou o poder com 11% de aprovação por conta de uma trapaça que ludibriou um povo que, agora, demonstra que é a origem do altíssimo nível de corrupção no Brasil.

A opinião que você acaba de ler acima não é (só) desta página, mas de deputados federais experientes entrevistados por um colunista da Folha de São Paulo.

Para o deputado Miro Teixeira (Rede-RJ), os deputados vão salvar Temer de ser afastado do cargo e processado pelo STF porque grande parte deles também está enrolada na Lava Jato.


Teixeira votou a favor do impeachment de Dilma e diz que votará contra Temer. Sem diferenciar a situação de uma e do outro, reconhece que, como agora as ruas estão vazias, não serão conseguidos os 342 votos necessários ao afastamento do presidente.

Já o deputado tucano Bonifácio de Andrada diz que Temer vai se safar com mais de 200 votos. Para ele, a Câmara vai acobertar a corrupção do presidente porque é “a representação do povo” e se “os deputados não são santos (…) o povo também não é santo”.

O tucano diz que “O povo não gosta do Temer, mas também não aporrinha os deputados para votarem contra ele. Para nós, políticos, o Temer é bom porque dialoga com o Congresso”.


Andrada diz que votar contra a vontade do povo não irá prejudicá-lo se a economia melhorar. “O pessoal esquece isso”, diz ele. “O eleitor tem memória muito fraca. Daqui a um ano, já esqueceu”.

Esse sujeito está coberto de razão. Dilma não foi cassada por corrupção, mas por ter feito empréstimos bancários para pagar Bolsa Família, aposentadorias etc. Já Temer está sendo acusado de crime comum que tem até gravação em que o acusado confessa esse crime.

Dilma foi cassada sem uma razão plausível porque as classes média e rica se mobilizam espontaneamente para defender seus interesses e acreditou que os governos do PT foram ruins para si.

Há poucos dias, participei de reunião com o ex-presidente do Ipea Jessé de Souza e ele concordou com a minha tese de que as cotas étnicas e sociais nas universidades foram dos fatores que mais levaram as classes sociais mais favorecidas a se engajarem na guerra ao PT.

A razão é muito simples: o ensino superior é o fator preponderante na ascensão social. Reservando o ensino superior de qualidade para os mais ricos, os pobres não ascendem socialmente e os ricos se perpetuam no topo da pirâmide.

Para que isso funcione, basta manter ruim a escola pública. Os mais ricos pagam boas escolas para os filhos e estes conseguem melhor desempenho no injusto sistema de vestibular, que coloca alunos oriundos de péssimas escolas para disputar vagas com alunos oriundos de escolas de alto nível.

O sumiço dos paneleiros prova que a conversa sobre “corrupção” que justificaria a guerra contra Lula, Dilma e o PT não passou de papo furado. Foi só uma desculpa para justificar a farsa do impeachment por conta de supostas “pedaladas fiscais” da ex-presidente.

Note-se que enquanto Temer está comprando deputados e senadores à luz do dia e aumentando impostos para compensar o uso de dinheiro para corrompê-los, as antes exaltadas classes A e B não dão um pio, não batem panela, não fazem manifestações.

Fique de olho nos comentários deste post. Vou publicar todos os hipócritas que virão a esta página acusar Lula e o PT apesar de estarem fora do poder e não dizem uma palavra ao serem roubados por Temer, Aécio e outros políticos de direita acusados de corrupção com provas de verdade, incontestáveis.

Isso porque, de fato, o povo brasileiro é corrupto. O deputado tucano supracitado está certíssimo.

Esses sujeitos que vêm ao Blog da Cidadania acusar o PT de corrupção não revelam seus nomes porque, em geral, são sonegadores, picaretas de todos os tipos que não resistem a um atestado de antecedentes criminais ou a uma pesquisa na Receita Federal.

Se qualquer um desses seres rastejantes fosse mesmo contrário à corrupção estaria indignado com Aécio, Temer e cia, os quais estão escapando da lei apesar de suas culpas estarem cabalmente comprovadas. Muito ao contrário de Lula, contra quem não há uma só prova de corrupção.