quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Descaramento total: Imbassahy compra deputados no plenário


247 - Em plena sessão da votação pela câmara que irá definir o futuro do governo Michel Temer, os deputados da tropa de choque do peemedebista, Beto Mansur (PRB-SP) e Antonio Imbassahy (PSDB-BA), que foi exonerado da Secretaria de Governo para votar pela rejeição da denúncia de corrupção contra Temer, foram flagrados com uma lista das emendas parlamentares já liberadas pelo governo. O objetivo seria pressionar os deputados favorecidos com a liberação dos recursos a votarem conforme os interesses do governo.


De acordo com o jornal Folha de São Paulo, deputados que pretendem votar a favor de Temer também teriam contatado o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), para cobrar promessas e contrapartidas feitas pelo governo Temer em troca do apoio na votação desta quarta-feira (2).

Deputados que pretendiam votar a favor do presidente Michel Temer também têm procurado o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), para cobrar promessas feitas pelo Planalto em troca do apoio.


O líder do DEM, Efraim Filho (PB), foi visto questionando Ribeiro sobre assuntos de interessa da Paraíba. Ao ouvir que seus pleitos seriam encaminhados, Efraim abraçou Ribeiro e sorriu.

Ciente da movimentação do governo para pressionar os parlamentares, o deputado Carlos Gaguim (Podemos-TO) usou a tribuna para denunciar a compra de votos pelo governo no plenário da câmara.